Vigilantes vão à luta pelo adicional

Em assembleia realizada no dia 13 de março, os Vigilantes da PMSBC deram mais um exemplo de unidade e mobilização na luta por seus direitos.

Depois de sancionada a Lei 12740, garantindo o adicional de 30% para atividades consideradas perigosas, a Comissão Sindical Setorial dos Vigilantes não perdeu tempo e procurou a Direção do nosso Sindicato para reivindicar este direito ao setor.

Nosso Departamento Jurídico produziu uma proposta de projeto de lei municipal para garantir que os trabalhadores estatutários também tenham direito ao benefício. “A lei aprovada alterou um artigo da CLT e, portanto, precisamos criar os mecanismos para que a conquista atinja os estatutários, também”, explicou o presidente do SINDSERV, Giovani Chagas.

Segundo Edilson “Batata”, da Comissão Sindical, mais de 50% dos vigilantes marcaram presença na Assembleia.

Os advogados Kleber Bispo e Débora, da assessoria jurídica do SINDSERV, explicaram qual é a situação para garantir que o direito seja estendido aos estatutários: “Contribuímos com a redação da proposta de projeto de lei e vamos insistir para que não haja necessidade de irmos à Justiça para fazer valer este direito”, afirmou o Dr. Kleber, que argumenta que um processo judicial poderia levar mais tempo que um acordo entre a categoria e o Executivo.

Já Antônio Ramiro, o Toninho, também da Comissão dos Vigilantes, pediu empenho dos colegas na pressão para que a lei seja aprovada: “Todos aqui podem ajudar, exercendo a pressão democrática para que os vereadores votem a nosso favor. Todos devem se empenhar em levar esta nossa reivindicação”.

Clicando aqui, você pode ver as fotos tiradas durante a Assembleia.

Pesquise