CEU REGINA ROCCO I: SINDSERV cobra condições de trabalho para GCM e repudia punição aos trabalhadores

Na última terça-feira, 12 de abril, durante o período da noite, o CEU Regina Rocco I foi invadido por vândalos e teve parte das salas devastadas, paredes e chãos pichados, o espaço escolar depredado, entre outras ações.

No Complexo, onde a escola fica localizada, existe uma base da Guarda Civil Municipal e trabalhadores que atuam no período noturno. Após o incidente, todos os GCMs que faziam plantão naquela noite foram substituídos.

É importante destacar que no local não existe alarme e nem câmeras de vigilância, além disso, o Complexo abriga dois blocos e um Centro Esportivo, que também não possui alarme. Outra questão que vem chamando a atenção e trazendo problemas é o efetivo insuficiente.

Vale lembrar que a Guarda Civil Municipal de São Bernardo do Campo não tem um efetivo de mil guardas, como tem sido veiculado pelas autoridades. A verdade é que a GCM tem pouco mais de 800 guardas, pois muitos deixaram o trabalho na Prefeitura devido à desvalorização profissional da carreira e a falta de condições de trabalho.

Ajude o SINDSERV a cobrar mais condições de trabalho para quem cuida da segurança da cidade e mais segurança para todos nós!

Clique aqui e ASSINE NOSSO MANIFESTO "Queremos trabalhar em PAZ".

Pesquise